Briga entre casal quase vira tragédia em João Pinheiro

A discussão que resultou em escoriações corporais quase virou uma tragédia em Cana Brava

6
6029

Na manhã do último domingo (1), a Guarnição da Polícia Militar de Cana Brava, foi solicitada a comparecer na Fazenda Turmalina, localizada em João Pinheiro, após receber a informação de uma briga entre um casal que quase resultou em uma tragédia.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Em depoimento à Polícia Militar, o autor de 64 anos, relatou que teria chegado pela madrugada na residência rural e se deparado com a porta trancada, tendo permanecido por um certo tempo no interior de seu veículo. O envolvido disse que posteriormente conseguiu adentrar o imóvel e dormiu em um cômodo à parte.

O autor contou ainda para polícia, que acordou com a companheira sobre ele com uma faca demonstrando intenção de golpeá-lo com o instrumento, sendo que houve reação de sua parte, fazendo uso de força física para retirar o objeto cortante da mão da envolvida. 

O envolvido apresentou aos militares um sinal de escoriação em sua perna direita, afirmando que teria sido causado por uma mordida do cônjuge, mas salientou que não agrediu a companheira.

De acordo com a versão apresentada pela autora de 46 anos, ela negou que tenha usado a faca contra o envolvido, mas afirmou que sempre mantém o objeto cortante sob o colchão na hora em que vai dormir, para se defender de possíveis ações de outras pessoas, caso venham invadir sua residência rural. 

Ainda segundo a envolvida, ela estava sozinha no imóvel até o momento em que o companheiro chegou no local por volta das 3h da madrugada, apresentando sinais de embriaguez. 

A autora ainda contou que no momento em que o companheiro entrou na residência, houve um desentendimento entre eles, em razão dele ter ido para um evento festivo, sem ter levado ela, tendo acontecido troca de agressões físicas entre eles. 

A envolvida apresentou aos militares, um sinal de escoriação em seu braço direito, que segundo ela foi ocasionada por uma mordida do cônjuge. 

Diante dos depoimentos, o casal foi levado até o Hospital Antônio Carneiro Valadares, onde foram submetidos a uma avaliação médica. Em seguida, o envolvido foi autuado por crime de lesão corporal e a autora foi especificada na situação de vítima, em razão de se tratar de violência doméstica. Ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia, para demais providências referentes ao caso.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

6
Deixe um comentário

avatar
5 Comentar tópicos
1 Respostas do Tópico
0 Seguidoras
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
6 Autores de comentários
KaFlor de lizGilson revoltadoRogerGeraldo Autores de comentários
mais novos mais antigo mais votado
Roger
Visitante
Roger

So pública noticia ruim ssera que nossa cidade não acontece nada de bom

Geraldo
Visitante
Geraldo

Falta de vergonha.

Flor de liz
Visitante
Flor de liz

Tem toma vergonha seus barraqueira essa sempre teve dedo podre pra escolher homens com esse nariz empinado kkkk

Ka
Visitante
Ka

Falou a pessoa que não tem coragem nem de postar o nome. Ela pode ter dedo podre mas não é uma vagabundo como você. Vai caçar uma trouxa de roupa pra lavar

Kamikaze
Visitante
Kamikaze

pelasaquismo puro.

Gilson revoltado
Visitante
Gilson revoltado

Falta de pegar os e mandar capinar