Cresce a produção de feijão no Noroeste Mineiro

A região está na época da colheita e os agricultores vibram com os bons resultados

0
Imagem Reprodução: Salles Midias

A produção de feijão no noroeste de Minas Gerais, que compreende 19 municípios, entre eles, João Pinheiro e Paracatu, está indo de vento em popa.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Uma prova disso, é que estima-se que a produção de grãos de feijão, seja 3,5% maior em comparação a temporada passada.

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), Minas Gerais pode produzir na terceira safra, cerca de 181,5 mil toneladas do vegetal.

De acordo com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (SEAPA), até agora foi colhida menos da metade da área cultivada de feijões. 

Em entrevista ao Portal G1, o agricultor João Alves disse que os resultados estão compensando o investimento no cultivo do grão: “Você tem um custo nas áreas irrigadas em torno de R$ 100 por saco. Então, abaixo disso daria prejuízo. Com o preço a R$ 150, hoje remunera o investimento”, declarou.

Os agricultores do município de Guarda-Mor, também estão felizes com o resultado da colheita.  Na fazenda dos agricultores Pedro Machado e Tiago Donizete Machado, o trabalho de retirada dos grãos, iniciado há duas semanas está agradando:

“Está surpreendendo, estamos produzindo em torno de 55 sacos por hectare, com qualidade muito boa e custo reduzido, a expectativa é boa”, declarou Tiago, que possui cerca de 300 hectares irrigados em sua fazenda, para a publicação.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Deixe um comentário

avatar