Documento mostra que ex-prefeito Carlos deixou dívidas em obras de asfaltamento

Paesan Pavimentação enviou carta à Prefeitura cobrando valores de trabalhos feitos em 2015 e 2016

----------------
----------------

A disputa sobre quem é o pai dos asfaltos que estão sendo colocados em João Pinheiro continua tendo desdobramentos. Após o vereador Geraldinho Porto defender que muitos dos recursos obtidos para as obras advêm de emendas parlamentares e esforços da administração do ex-prefeito Carlos Gonçalves (PSDB), o atual prefeito Edinho Xavier (PDT) garantiu que as verbas foram conseguidas pela sua administração e ainda revelou que o que foi deixado pela gestão anterior foram muitas dívidas. E essa versão, no momento, parece estar mais próxima da verdade.

O JP Agora teve acesso a uma carta da Paesan Pavimentação, datada de 7 de julho de 2017, em que cobra o pagamento de diversas notas fiscais emitidas em 2016, portanto, na gestão passada do ex-prefeito Carlos Gonçalves.

O documento exige o pagamento imediato relativo a dois serviços realizados entre 2015 e 2016 e que não haviam sido pagos. O primeiro, de 2015, cobrava o valor de R$ 52.152,50, relativo a serviços realizados na comunidade de Olhos D’água. O segundo, de 2016, corresponde a R$ 130.091,01 devido a obras de pavimentação em Rural Minas.

----------------
----------------

A carta da empresa de Patos de Minas diz ainda que esses pagamentos “são de suma importância para continuarmos a exercer as obras do município de João Pinheiro, visto que no momento atual a Paesan Pavimentação encontra-se sem capital de giro”.

Esse documento casa com a versão passada pelo atual prefeito em matéria veiculada no último dia 8. Na ocasião, Edinho disse: “A oposição sempre tenta tumultuar. A única coisa que ficou da administração passada foi uma dívida de 37 milhões de reais e eu tenho um documento da empreiteira de asfalto me cobrando dívida do mandato passado. Eu até tive que pagar um pouco dessa dívida, porque o empreiteiro não tinha recursos para começar a fazer os asfaltos novos, pois como são emendas vinculadas, ele tem que fazer o asfalto, prestar contas para Caixa Econômica para ser pago”.

----------------
----------------

1 comentário

Deixe uma resposta