Hipermercado Bretas fecha as portas em Paracatu

Multinacional chilena Cencosud optou pelo encerramento das atividades após perda de clientela

0
1717
Continua depois da publicidade
Foto: Carlos Lima – Paracatu.net

A acentuada queda no movimento no hipermercado Bretas, em Paracatu, nos últimos meses levou ao encerramento das atividades do estabelecimento na cidade, que está em um dos principais corredores logísticos do Brasil, a BR-040, que liga a capital federal à Belo Horizonte e ao Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade

Desde o dia 26 de janeiro os clientes eram convidados a adquirir produtos em promoções relâmpagos (leite condensado a R$ 0,50 e feijão carioquinha a R$ 1,00 o kg), além de ver o contínuo esvaziamento das prateleiras, sem reposição, além do fechamento do açougue, frios e hortifrúti. Da mesma forma, funcionários recolhiam mercadorias de menor circulação, como as do setor automotivo.

A loja fora inaugurada em Paracatu há oito anos, oferecendo uma enorme diversidade de produtos, mas também conforto, com estacionamento privativo, acessibilidade e preços bem competitivos, proporcionando uma verdadeira revolução no setor varejista na cidade. Mas nesse período, a coisa não andou como se esperava.

E não foi apenas em Paracatu que a dona da rede, a chilena Cencosud, se deu mal. Em agosto de 2017 a loja de Unaí também havia fechado. A ótima estrutura e o luxo de suas instalações não tinham conseguido fidelizar a clientela, que acabou indo para a rede Columbia, que venceu a rival pelo baixo preço.

Algo que agravou e acelerou o fechamento da loja em Paracatu foi o surgimento, em outubro de 2016, do atacadista e também varejista Mart Minas. Promoções foram feitas, pesquisas, mas nada deu certo. A novidade caíra no gosto popular e o Bretas decidiu pelo fechamento.

Há a possibilidade de outras redes de supermercado adquirirem o ponto desocupado, o que poderia devolver os empregos dos funcionários dispensados. Supermercados BH e Bernardão estariam entre os interessados.

(*) Carlos Lima é graduado em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBa), é Pós-Graduado em Oracle, Java e Gerência de Projetos, é consultor em organização de arquivos e memória empresarial e exerce a função de Arquivista no Arquivo Público Municipal de Paracatu.

Continua depois da publicidade

Deixe um comentário

avatar