A Polícia Militar prendeu neste domingo (05) um homem que havia arrombado várias janelas e portas da Igreja Matriz da cidade de Tiros e furtado as ofertas dos fiéis. Foram levados cerca de R$2500,00 do escritório paroquial. Os policiais suspeitaram de um indivíduo já conhecido por este tipo de delito e conseguiram recuperar a quantia o acusado que chegou a confessar, mas depois desistiu. O dinheiro foi apreendido para ser devolvido à igreja.

De acordo com informações da Polícia Militar, nesta manhã, os militares foram acionados após a solicitante chegar ao escritório paroquial da igreja Matriz e deparar com a janela blindex quebrada e objetos revirados. No local, a equipe notou que o indivíduo veio a danificar uma janela que dá acesso ao interior da igreja, pela qual entrou. Após arrombar duas janelas e uma porta e forçar outras três ele subtraiu aproximadamente R$2.500,00.

Anúncio

Diante disso, foram iniciados os rastreamentos em busca de um suspeito de cometer crimes semelhantes no ano passado e que havia sido posto em liberdade após cumprir pena por ter sido preso em flagrante por furto também em 2018. O suspeito ganhou a liberdade em 27/04/2019. Os militares descobriram que ele estava escondido em uma mata atrás da residência localizada na av. Honório Maria Bontempo, local onde há denuncia de tráfico de drogas.

Os policiais foram até o local onde confirmaram a denúncia e o localizaram. Ele tentou evadir em meio a vegetação, mas foi perseguido e preso. Ao realizarem buscas, foram localizados no bolso traseiro de sua calça a quantia de R$2.435,50 dispostos em grande parte em cédulas de R$10,00, R$5,00 e R$2,00. Apenas de dois reais, eram 40 cédulas, valores típico de oferendas a igreja. As cédulas estavam amarradas com borrachas amarelas.

Também foram apreendidos uma aliança de material semelhante a ouro e uma carteira de bolso. O autor afirmou aos militares que havia cometido o furto e descreveu sua ação em detalhes informando até o local onde havia encontrado o dinheiro, mas logo em seguida demonstrou arrependimento de ter confessado e não quis mais falar sobre o assunto. O autor preso e o material apreendido foi encaminhado a Delegacia de Polícia.

Anuncio

Deixe um comentário

avatar
 
👍👎👏💪🙏✌👊☝👇👀💤❤🔥🗨🔝⭐⚖🔎🎂🍺🔨🏥🚒🚑🚓☹😲😨😁😣😡😖😕😢😶😉😤😱😟😫😍☺️😇😂😘😴😊😏😰🙈🙊🙉