Homem espanca mulher e moradores jogam carro dele em vala

Homem fugiu do local. Mulher estava com uma criança e foi parar em hospital

2

O Corpo de Bombeiros prestou socorro neste domingo a uma mulher, em Vicente Pires, no Distrito Federal, que teria sido agredida pelo marido.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 15h, a vítima, que estava com uma criança, pediu ajuda a um motorista que passava próximo ao local da agressão, em um GM Classic. Ela contou que o companheiro a estava perseguindo.

Ela disse também que entrou no carro do homem que ofereceu ajuda. Porém, o marido teria visto e passou a perseguir os dois em um VW Gol.
Também segundo a vítima, em uma chácara, onde há diversas valas para obras de pavimentação, o agressor bateu no Classic.

Em seguida, conforme relato da vítima, ele a obrigou a descer do carro e passou a espancá-la. Depois do ataque, o agressor fugiu e, até a última atualização desta matéria, não havia sido

Revoltados, moradores empurraram o carro do agressor em uma vala.

A mulher foi levada para o Hospital Regional de Taguatinga para atendimento.

Depois de receber alta médica, ela registrou boletim de ocorrência, solicitou medida protetiva de urgência e foi encaminhada ao Instituto de Medicina Legal (IML) para exame de corpo delito.

O caso é investigado como lesão corporal, dano, injúria, e está enquadrado na Lei Maria da Penha. A 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) apura a denúncia.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comentar tópicos
1 Respostas do Tópico
0 Seguidoras
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
2 Autores de comentários
Elenice AlvesEstrela Autores de comentários
mais novos mais antigo mais votado
Estrela
Visitante
Estrela

Esse tal d Vicente pires no DF só tem piriguete,principalmente as q separa do marido e continua explorando eles….

Elenice Alves
Visitante
Elenice Alves

Na verdade nenhuma mulher deve ser agredida,sendo ela periguete , prostituta,dona de casa o que for.E neste caso ela estava separada ,e se separou é pq não estava dando certo e ele demostrou claramente que ela teve razão em se separar .
Não a violência contra a Mulher