Mulher é mantida em cárcere privado em Sete Lagoas por homem que conheceu pelo Facebook

Caso foi descoberto depois que um pastor do Recife entrou em contato com a PM. Homem foi preso em flagrante. Vítima alega que era mantida em cárcere há, aproximadamente, três meses

4

Uma jovem de 25 anos viveu dias de terror em Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais. Ela foi mantida em cárcere privado por um homem que conheceu na Internet. Na última sexta-feira, foi resgatada depois que um pastor de Recife, que conversou com a vítima por meio do Facebook, entrou em contato com a Polícia Militar (PM). O autor do crime foi preso. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

O drama e a violência vivida pela mulher começou há três meses. A jovem contou aos policiais que conheceu o homem, que se identificava como Rodrigo, em uma rede social. Depois de um tempo de relacionamento na Internet, resolveu se encontrar com ele. Segundo informou a vítima, ela saiu de Três Pontas, no Sul de Minas, há três meses, e foi para Sete Lagoas.

Quando chegou na rodoviária da cidade, foi surpreendida pelo homem, que na realidade se chamava Dalton Aparecido de Oliveira, de 37 anos. O autor informou a jovem que Rodrigo estaria preso e que era ele quem ficaria com ela. Como não conhecia ninguém na cidade, a mulher afirmou que foi morar com o homem.

Foi ali que começou o pesadelo. Durante os vários dias em que conviveu com o homem, a mulher relatou à PM era constantemente ameaçada e vítima de violência. Além de ser obrigada a ficar dentro de um apartamento no Bairro Mucury, em Sete Lagoas. Disse, ainda, que tinha medo de denunciar o caso, pois era ameaçada de morte.

Fim do drama

A liberdade da jovem veio nessa sexta-feira. Por meio de uma rede social, contou o drama vivido por ela a um pastor de Recife. O religioso, então, entrou em contato com a PM de Sete Lagoas e passou o número do celular dela. Os policiais começaram a conversar com a mulher e montou uma ação para poder resgatá-la.

A mulher contou ao policial que só poderia sair do apartamento, localizado na Rua Antônio Olinto, apenas para comprar algum produto. Diante disso, foi orientada a inventar uma situação para poder deixar o imóvel. Foi, então, que ela disse ao homem que iria sair para comprar café. Ao deixar o local, foi resgatada por agentes do setor de inteligência da PM.

Com a vítima já em segurança, os militares cercaram o apartamento e chamaram por Dalton. Ele atendeu a porta e acabou preso. No imóvel, não foram encontrados nenhum móvel. Apenas cobertores jogados no chão. Foram apreendidos um rádio comunicador, carregador do aparelho, telefone celular, e dois cartões bancários.

Investigação

O homem foi levado para a Delegacia de Mulheres onde teve a prisão em flagrante ratificada. Segundo a Polícia Civil, ele vai responder por cárcere privado. Um inquérito foi aberto para apurar mais detalhes sobre o caso.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

4
Deixe um comentário

avatar
2 Comentar tópicos
2 Respostas do Tópico
0 Seguidoras
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
4 Autores de comentários
PENSADORÓdioPAULODolly Autores de comentários
mais novos mais antigo mais votado
Dolly
Visitante
Dolly

Só não entendi pq ela não acionou a polícia, já q tinha celular em mãos ao invés de pedir ajuda a terceiros pelo celular. Ou ligasse pra família.

PAULO
Visitante
PAULO

vai ve que tava gostando

Ódio
Visitante
Ódio

Lógico que foi por medo de perder a vida mais rápido né 😡😡😡

PENSADOR
Visitante
PENSADOR

CONHECEU NA INTERNET JA FOI E ISSO Q DA FICA SE JOGANDO PRA CIMA DOS HOMENS