Mulheres são suspeitas de terem participação em roubo a idoso em Brasilândia de Minas

A vítima tomava cerveja com elas em sua residência quando dois indivíduos invadiram a casa. Indícios apontam que as mulheres podem ter envolvimento com o crime

0

O homem, de 78 anos, compareceu ao quartel da Polícia Militar na última terça-feira e relatou que estava em sua residência na companhia de três mulheres tomando cerveja, quando dois homens encapuzados invadiram a casa armados e anunciaram o assalto. Um deles chegou a agredi-lo no nariz com uma coronhada. Uma televisão, um aparelho celular e dinheiro foram levados pelos ladrões.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Segundo a vítima, os dois criminosos chegaram com os rostos cobertos e armados e reviraram toda a casa em busca de dinheiro. Após encontrarem apenas R$ 50,00 (cinquenta reais) em dinheiro, uma televisão e um aparelho celular antigo do idoso, os criminosos fugiram no carro de uma das mulheres que o acompanhava.

Depois, os quatro compareceram ao pronto atendimento, mas as mulheres não quiseram esperar para serem atendidas e pediram que a vítima as deixasse próximo à garagem da Casemg. Então, logo os policiais começaram as diligências para encontrar os suspeitos.

As mulheres contaram para os militares que as três foram presas dentro do banheiro pelos criminosos. Duas delas informaram que foram agredidas e somente uma contou que teve o celular subtraído. Nenhuma delas procurou a polícia, fato que chamou a atenção dos militares, ainda mais pelo fato do idoso ter contado que os indivíduos fugiram no veículo de uma delas.

Questionadas sobre isso, as mulheres contaram que pegaram uma carona logo depois de serem deixadas próximo à Casemg e que rodaram na cidade por aproximadamente uma hora, até encontrarem o veículo abandonado no bairro Porto.

A polícia conversou com o homem que deu a carona para as mulheres. Segundo ele, elas pediram para que as levasse para o local específico onde estava o veículo e ainda quiseram pagar pelo transporte. Disse, ainda, que todas estavam bastante tranquilas e não comentaram nada sobre o roubo ocorrido na residência do idoso horas antes.

A situação das mulheres revelou-se ainda mais suspeita quando a adolescente contou uma versão diferente das demais sobre onde o veículo fora encontrado. Ainda, durante a confecção do boletim de ocorrência, os militares receberam informações anônimas de quem seriam os indivíduos que teriam praticado o roubo e constataram que um deles é irmão de duas das mulheres envolvidas no caso.

O idoso e as mulheres foram conduzidas para a autoridade policial, estas na qualidade de suspeitas, em razão dos elementos colhidos pelos militares.

Até o momento, os indivíduos não foram localizados.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Deixe um comentário

avatar