Novembro Azul: entenda por que o diagnóstico precoce do câncer de próstata faz a diferença

Não há como prevenir a doença, já que ela não tem causas definidas

0
115
Continua depois da publicidade

Não há alternativa: para não ser vencido pelo câncer de próstata, o homem deve se consultar anualmente com o urologista, mesmo quando não há suspeita da doença. A visita ao médico deve acontecer a partir dos 50 anos, idade que cai para 45 quando para quem tem histórico da patologia na família.

Continua depois da publicidade

Segundo especialistas, a causa do câncer de próstata ainda não é conhecida, o que dificulta a definição de medidas de prevenção. Por outro lado, há diferentes formas de tratamento, que têm maior chance de funcionar quando o problema é descoberto em seu estágio inicial. Por isso, a campanha do novembro azul mostra as formas de se evitar a fase avançada do câncer de próstata.

O prognóstico da doença é feito pelo toque retal, que verifica se há algum nódulo na região prostática, e por um exame de sangue que mede a dosagem de uma proteína chamada Antígeno Prostático Específico (PSA), produzida na próstata. O professor Ronaldo Damião explica que, em um homem de 50 anos, o valor normal do PSA é de 2,5 a 4. Se as análises identificarem alguma alteração, é solicitada uma biopsia, para confirmar se existe ou não um tumor.

Esse tipo de câncer pode causar metástase, que é a dispersão para diversas partes do corpo pela corrente sanguínea, e levar o paciente à morte. Na fase inicial, a opção de tratamento é a chamada vigilância ativa, com exames a cada trimestre para verificar a progressão ou não do tumor. Nas situações mais graves, as alternativas são radioterapia, retirada da próstata ou bloqueio hormonal.

Em estágio avançado do câncer de próstata, o paciente pode ter retenção de urina e até urinar sangue. Outros sintomas próprios dessa fase são urinar com frequência maior do que a normal, levantando mais de três vezes à noite, por exemplo; e dor nos testículos. Feridas no pênis e dificuldades de ereção também podem ser sinais da doença.

Esse foi um alerta da Farmácia Pinheirense 2, que há quase meio século cuida da família pinheirense, com a melhor equipe e o preço justo de sempre.

Farmácia Pinheirense 2 Rua Capitão Speridião, 616 – (38) 3561- 1195 ou (38) 9.9814-0307.

Continua depois da publicidade

Deixe um comentário

avatar