O que é Glaucoma Ocular? Oftalmologista explica!

O glaucoma é uma doença ocular responsável por lesões do nervo óptico, que se não tratada, pode levar à perda de visão e até a cegueira

0

O glaucoma é uma doença do nervo óptico, que afeta principalmente pessoas com mais de 45 anos de idade. Essa doença ocular, envolve uma atrofia progressiva, chamada de neuropatia óptica E pode levar à perda da visão (cegueira).

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Alterações atróficas no nervo óptico são irreversíveis e, sem tratamento, podem causar uma perda progressiva da visão.

O glaucoma está associado principalmente ao fato de que uma pressão muito alta no olho, causa danos ao nervo óptico. 

A atrofia do glaucoma leva a defeitos no campo visual, porque os impulsos nervosos que transportam informações sobre a imagem observada não podem ser adequadamente transmitidos ao cérebro. 

Sintomas do Glaucoma

Geralmente é difícil perceber a deficiência visual associada ao glaucoma. Por um longo tempo, a visão é preservada porque as deficiências do campo de visão ocorrem muito lentamente, pois os dois olhos nem sempre são alcançados da mesma maneira.

Somente o oftalmologista é capaz de detectar os primeiros sinais de dano, examinando o nervo óptico e solicitando que o campo visual seja medido. 

O glaucoma é uma doença sorrateira, “entra sem bater”, como costuma ser conhecida. Os danos no nervo óptico que ele causa são irreversíveis; portanto, não espere muito para tratar essa doença.

No glaucoma agudo, as coisas são diferentes: o aumento da pressão ocular é muito rápido, em poucas horas, e o paciente sente dor nos olhos, vermelhidão nos olhos e até náuseas e vômitos. 

A visão é rapidamente embaçada e o paciente pode perceber coloridos ao redor de luzes brilhantes. O glaucoma agudo é uma emergência que requer consulta de emergência, porque a visão pode ser irreparavelmente comprometida.

Tipos de Glaucoma

Os quatros principais tipos de glaucoma são:

  1. Glaucoma de ângulo aberto

É a forma mais comum da doença, em 90% dos casos. É causada pelo fechamento gradual do filtro de remoção de humor aquoso. O comprometimento da visão é lento, indolor, sem desconforto a princípio. 

O glaucoma é frequentemente diagnosticado tardiamente porque evolui por um longo período sem sintomas aparentes. Ambos os olhos são afetados simultaneamente, um às vezes mais cedo que o outro.

  1. Glaucoma agudo de ângulo fechado

Este tipo de glaucoma está ligado à fixação da íris ao filtro de evacuação, impedindo a saída do humor aquoso através do trabéculo, que permanece totalmente bloqueado atrás da íris. 

A pressão dentro do olho aumenta acentuadamente. A pessoa experimenta sintomas de dor repentina, sensação de um olho que explodirá, queda repentina de visão. 

O médico deve realizar um tratamento urgente para o paciente com esta condição, para evitar que o nervo óptico seja danificado e que a pessoa não fique rapidamente cega.

  1. Glaucoma de tensão normal (NTG)

No glaucoma de tensão normal, o nervo óptico é danificado, embora a pressão ocular não seja muito alta. 

  1. Glaucoma congênito

Esse tipo de glaucoma ocorre em bebês, quando há desenvolvimento incorreto ou incompleto dos canais de drenagem ocular durante o período pré-natal. 

Essa é uma condição rara que pode ser hereditária. Quando realizada de maneira correta, a microcirurgia pode corrigir os defeitos estruturais causados por esta condição.

Fatores de risco do Glaucoma

  1. As causas do glaucoma não são conhecidas e são provavelmente múltiplas.
  2. Porém alguns fatores parecem favorecer esta doença do nervo óptico, como;
  3. . O aumento da pressão intraocular acima de 18 mmHg;
  4. . Pessoas com faixa etária acima de 40 anos:
  5. . Pacientes com miopia;
  6. . Hereditariedade;
  7. . Doenças como; pressão arterial, diabetes e apneia do sono;
  8. . Uso prolongado de corticosteroides. 

Tratamento do Glaucoma

O tratamento do glaucoma consiste em interromper ou minimizar a deterioração da visão, o que é inevitável no desenvolvimento natural da doença. O objetivo do tratamento é reduzir a pressão intraocular.

Um dos métodos mais populares de tratamento do glaucoma em seus estágios iniciais é o uso regular de colírios para diminuir a pressão intraocular. 

Se o tratamento medicamentoso não tiver efeito e a doença continuar progredindo, é utilizada uma terapia a laser ou procedimento cirúrgico. 

Gostaria de obter mais informações sobre como prevenir ou tratar o Glaucoma Ocular? Procure o consultório do Dr. Ricardo Lobo, ele e toda a sua equipe com profissionais qualificados, estarão à disposição para lhe atender. Praça Coronel Hermógenes, 62 – Centro, (38) 3561-1200 ou (38) 3561-6124.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Deixe um comentário

avatar