Padrasto mata menino de 4 anos com 20 facadas por ele não parar de chorar

Antes de matar a criança, o homem deu oito facadas na mãe do menino, que foi socorrida. Depois, ele se jogou do primeiro andar de um prédio. O caso aconteceu em Santo Antônio de Jesus, na Bahia

3

Um homem matou enteado de 4 anos e deixou a mãe da criança ferida na noite do último sábado (12/10), na cidade de Santo Antônio de Jesus, no interior da Bahia. Segundo a polícia local, o homem desferiu 20 golpes de peixeira no menino porque a criança na parava de chorar. No momento do ataque, o menino presenciava a mãe sendo esfaqueada pelo padrasto. A mulher foi socorrida com 8 perfurações.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Em entrevista ao Correio, o delegado do caso, Adilson Bezerra, disse que, após o ataque, o homem se jogou do primeiro andar do prédio. “Com a chegada da Polícia Militar, ele aplicou um golpe de peixeira no próprio corpo e se jogou da janela do primeiro andar”. Para o delegado, ele tentou simular um suicídio.

O delegado explica que a mãe é moradora de Salvador, e que o casal se encontrava apenas nos fins de semana. Ela aproveitou o Dia das Crianças para apresentar o filho ao namorado dela. “Durante este último encontro, o homem se alterou do nada, e falou que a mãe do menino estaria lhe traindo. Foi aí que ele foi até a cozinha, pegou a peixeira e começou a desferir os golpes”. O ataque, presenciado pela criança, começou no banheiro e se estendeu pelo corredor da residência, terminando perto da janela, de onde a mulher se jogou. Neste momento, o namorado dela ficou sozinho com a criança e a atacou por 20 vezes com a peixeira.

Em interrogatório, o homem confessou o crime e disse ter matado a criança por que ela “não parava de chorar” e gritar pela mãe. O delegado conta, ainda, que o homem também não conseguiu explicar a história da suposta traição. “Ele não demonstrou nenhum remorso, pelo contrário, foi bem frio, falou que tentou matar a companheira porque ela estaria lhe traindo, mas sem nenhuma evidência”.

O homem está no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus e foi autuado em flagrante pelo assassinato do menino. As investigações levantaram que o homem não possui nenhum problema psiquiátrico ou psicológico. Foi encontrada ainda uma pequena quantidade de maconha no quarto do agressor. Ele responderá por homicídio triplamente qualificado: motivo cruel, impossibilidade de defesa da vítima e motivo torpe.

O homem também irá responder por tentativa de homicídio duplamente qualificada – por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima por causa do do ataque à namorada.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

3
Deixe um comentário

avatar
2 Comentar tópicos
1 Respostas do Tópico
0 Seguidoras
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
3 Autores de comentários
Alisson Macedo dos SantosCinderelaPEDRO Autores de comentários
mais novos mais antigo mais votado
PEDRO
Visitante
PEDRO

Sem palavras para uma pessoa dessa matar um criança porque estava chorando DEUS tenha pena dele na cadeia

Alisson Macedo dos Santos
Visitante
Alisson Macedo dos Santos

Ter pena de um covarde desce num sou Deus pra julgar não mais eu quero q ele se foda lá dentro da cadeia covarde

Cinderela
Visitante
Cinderela

É estarrecedor muito triste e revoltante