Continua depois da publicidade

A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias que levaram a duas mortes no Bairro Santa Cruz Industrial, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As mortes ocorreram após uma briga em um bar na Avenida Lisboa. Um dos mortos era investigador. A polícia suspeita que uma terceira pessoa está envolvida no crime.

Continua depois da publicidade

A Polícia Militar (PM) foi chamada por volta da meia-noite após denúncias de um tiroteio no endereço. Chegando ao local, eles encontraram dois homens baleados caídos na calçada em frente ao bar Giros Grátis. Perto das vítimas, foi encontrada uma pistola. Eles chegaram a ser socorridos para o Hospital Municipal de Contagem (HMC), mas morreram.

 Conforme a PM, os homens foram identificados como Sirlan Versiani Guimarães, de 39 anos, que era policial civil, e Gustavo Adolfo Brasil, de 41. Ainda de acordo com a corporação, uma testemunha informou que Sirlan chegou ao bar e se envolveu em uma discussão com dois casais de clientes. Em determinado momento, ele e Gustavo entraram em luta corporal e ocorreram os disparos.

 A caminhonete do investigador foi recolhida, assim como seus pertences, que foram levados para a delegacia de plantão de Contagem. Equipes da Divisão de Homicídios estiveram no local.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Polícia Civil informou que foi aberto um inquérito para apurar os fatos que envolvem a morte do policial civil. Além disso, existe a suspeita da participação de uma terceira pessoa no homicídio e, no momento, são feitas diligências a fim de localizá-lo. A corporação afirma que não serão repassadas mais informações para não prejudicar a investigação. “Maníaco da Janela” é preso e vai responder por tentativa de homicídio em BH.

Uma das hipóteses investigadas pela Polícia Civil apotam que o investigador Sirlan Versiani Guimarães, de 39 anos, pode ter sido executado. A vítima morreu após uma suposta briga de bar no Bairro Santa Cruz Industrial, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo o boletim de ocorrências da Polícia Militar (PM), Gustavo Adolfo Brasil, de 41, que teria discutido com o policial, também foi baleado e morreu no hospital. De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que o policial foi executado com cinco tiros pelas costas.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou ainda que foi aberto um inquérito para apurar os fatos que envolvem a morte do investigador. Além disso, existe a suspeita da participação de uma terceira pessoa no homicídio e, no momento, são feitas diligências a fim de localizá-lo.

A corporação afirma que não serão repassadas mais informações para não prejudicar a investigação.

OCORRÊNCIA

Segundo o boletim de ocorrências, a PM foi acionada por volta da meia-noite após denúncias de um tiroteio no endereço. Chegando ao local, eles encontraram dois homens baleados e caídos na calçada em frente ao bar. Perto das vítimas, foi encontrada uma pistola.

Ainda de acordo com a corporação, uma testemunha disse que Sirlan chegou ao bar e se envolveu em uma discussão com dois casais de clientes. Em determinado momento, ele e Gustavo entraram em luta corporal e ocorreram os disparos. (Com informações de Cristiane Silva)

Continua depois da publicidade

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar