Continua depois da publicidade

Os postos de combustíveis de João Pinheiro não estão conseguindo adquirir o diesel nas distribuidoras com o desconto de R$ 0,46 prometido pelo governo federal após a greve dos caminhoneiros que praticamente parou o país nas últimas semanas.

Continua depois da publicidade

Há divergências em relação ao repasse do desconto junto às distribuidoras e também quanto ao impacto que isso irá causar nas contas públicas dos governos estaduais. O repasse nas distribuidoras que alimentam os postos pinheirenses tem girado em torno de R$ 0,39, ou seja, abaixo daquilo que havia sido acordado entre o movimento grevista e o governo federal.

A redução no valor era uma das principais reivindicações dos caminhoneiros, que estava sofrendo com os sucessivos aumentos do preço do combustível na bomba, em razão da política de preços da Petrobras estar vinculada à flutuação do preço do barril do petróleo no mercado externo.

O governo federal prometeu reduzir em R$ 0,46, ainda que não haja formas de fiscalizar isso devidamente em todos os postos e distribuidoras. É possível, no entanto, que os próprios consumidores denunciem aos órgãos competentes, como o Procon e até a Agência Nacional do Petróleo (ANP), caso haja discrepâncias na cobrança do valor determinado pela União.

Continua depois da publicidade

4
Deixe um comentário

avatar
3 Comentar tópicos
1 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
4 Autores de comentários
LazimNinguemDesiludidopor Brasil melhor Autores recentes de comentários
Novos Antigos Populares
por Brasil melhor
Visitante
por Brasil melhor

tem treta ai
Tem dono de posto que está vendendo barato em Felixlândia , de BH para cá já baixou mais que os 0.46 o que será que acontece em jp eih?????

Lazim
Visitante
Lazim

Formação de quadrilha
Simples assim

Desiludido
Visitante
Desiludido

Brincadeira isso,

Ninguem
Visitante
Ninguem

Vai saber né