Barreiras sanitárias de Brasilândia de Minas são suspensas por falta de equipamento de proteção individual

As barreiras só deverão voltar quando o município conseguir adquirir mais EPI's

3

As barreiras sanitárias instaladas na entrada da cidade de Brasilândia de Minas na última terça-feira (24) foram removidas temporariamente por falta de materiais de segurança como luvas e máscaras. Quem confirmou a informação foi o prefeito de Brasilândia de Minas.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Segundo Marden Junior, o município irá priorizar a distribuição dos EPI’s para os hospitais e postos de saúde da cidade. “Vamos priorizar o pouco desses materiais que nos resta para os profissionais da saúde fazer o atendimento para nossa população. Por isso suspenderemos nossas barreiras sanitárias temporariamente”, declarou o prefeito.

As barreiras sanitárias devem voltar só após a prefeitura de Brasilândia de Minas conseguir adquirir mais materiais de segurança para os profissionais da saúde que lá estavam trabalhando. “Quero contar com o apoio e colaboração de todos brasilândenses no sentido de continuarmos, intensificarmos e dificultarmos a entrada desse vírus em nosso município”, explicou Marden Junior.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidoras
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
3 Autores de comentários
JusticeiraGeraldoCapitão Nascimento Autores de comentários
mais novos mais antigo mais votado
Geraldo
Visitante
Geraldo

Palhaçada desse Prefeito.

Capitão Nascimento
Visitante
Capitão Nascimento

Se esse prefeito usasse um pouco do cérebro saberia que isolar a cidade não é a maneira mais correta de se prevenir. E o pior que teve muita gente aplaudindo essa atitude. Quero ver quando começar a faltar medicamentos, balão de oxigênio como em alguns lugares por aí. Observação: art.5 XV da Constituição Federal:Direito de ir e vir.
A histeria e o mimimi venceram a razão.

Justiceira
Visitante
Justiceira

Kkkkk