17.5 C
João Pinheiro
17.5 C
João Pinheiro

Bolsonaro diz que testou positivo para coronavírus

O exame foi feito após ele apresentar sintomas da Covid-19 na última segunda-feira e o resultado foi divulgado nesta terça-feira

Mais acessadas

Empresa é condenada por juízo de João Pinheiro a pagar mais de R$ 400 mil de indenização por danos morais

A JR Transportes e Comércio Ltda. e o motorista que conduzia um caminhão da empresa terão que reparar mãe...

Vereador é denunciado mais uma vez pela ex-esposa pinheirense; desta vez, por furto e ameaça

A ex-companheira do vereador Gilsomar do Projeto registrou na tarde da última segunda-feira mais uma ocorrência contra ele, dessa...

Denúncia anônima leva a prisão de dois suspeitos de tráfico em Luizlândia do Oeste (JK)

A Polícia Militar de João Pinheiro prendeu dois jovens suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas na tarde...

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para o novo coronavírus. O resultado foi divulgado, no início da tarde desta terça-feira (7), por ele mesmo durante entrevista, no Palácio da Alvorada, em Brasília. Ele fez o exame em um hospital da capital federal, na última segunda-feira (6), após apresentar sintomas da Covid-19. Por causa da suspeita, as agendas do chefe do Palácio do Planalto haviam sido canceladas. Por ter 65 anos, ele faz parte do grupo de risco da doença.

O presidente disse, em entrevista, que os sintomas começaram no domingo (5) e se agravaram na segunda-feira, mas que está se sentindo bem. “Estou tomando as medidas protocolares para evitar contaminar a terceiros e isso cabe a todo e a qualquer cidadão brasileiro, independente de ser presidente da República”, disse Bolsonaro.

Mesmo dizendo que estava tomando todas as precauções para contaminar terceiros, o presidente concedeu entrevista presencial, no qual estavam presentes pelo menos três repórteres. Ao final da coletiva de imprensa, ele ainda se afastou dos profissionais de imprensa para retirar a máscara de proteção e mostrar que “estava bem”.

Em sua fala, Bolsonaro continuou minimizando o novo coronavírus mesmo que o país tenha registrado, até às 8 horas desta terça-feira (7), 65.631 mortes pela doença. O levantamento foi feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O chefe do Palácio do Planalto ainda insistiu na tese de que é preciso tomar cuidado, principalmente com idosos, mas não criar pânico quando os mais jovens e saudáveis se infectarem com o vírus.

Ele lembrou ainda que fez uso de medicamentos, como hidroxicloroquina e azitromicina, mesmo que nenhum estudo tenha demonstrado que há resultados efetivos com essas medicações para o combate à doença. A Organização Mundial da Saúde (OMS) até mesmo anunciou, em 17 de junho, que decidiu interromper os experimentos com hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19.

“Eu, por exemplo, tive um mal-estar, um pouco de cansaço, febre que poderia ser por outros motivos qualquer, um pouco de dor muscular e confesso que se tivesse tomado a hidroxicloroquina eu estaria bem, seria uma forma preventiva apenas e estaria muito bem sem esboçar qualquer reação. E assim é com a maioria da população. Alguns poucos por questão da idade sentem bastante e podem, inclusive, levar a óbito”, afirmou.

Bolsonaro contou que não foi pego de surpresa com o resultado e até pensava que já tinha contraído o vírus por conta da forte atividade, mas não demonstrado sintomas. Ainda segundo o presidente, ele vai despachar por videoconferência e cancelou as atividades presenciais dessa semana, como ida para Bahia, onde iria inaugurar obras, e para Paracatu, na região do Triângulo mineiro.

Economia 

O presidente voltou a dizer que é importante focar na economia mesmo durante o momento da pandemia da Covid-19. Segundo o presidente, “a vida continua”. “Não se pode apenas falar das consequências do vírus que você tem que se preocupar, mas a vida continua. O Brasil tem que produzir, você tem que colocar a economia para rodar. Alguns no passado falavam me criticando que a economia se recupera e vida não. Ora, isso não é verdade absoluta. A vida eu sei que ninguém recupera, mas a economia não funcionando, isso pode levar a outras causas de óbito”, declarou.

Testes

Ao chegar ao Palácio da Alvorada na noite da última segunda-feira, Bolsonaro disse a apoiadores que já tinha feito exame nos pulmões durante a tarde e que estava “tudo limpo”. “Vou fazer exame da Covid agora, mas tá tudo bem”, afirmou. Ele apresentou febre e dores no corpo, sintomas da doença. Um apoiador chegou a tirar uma fotografia com o presidente sem o uso da máscara.

Logo depois, a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência informou que o presidente apresentava bom estado de saúde. “O presidente Jair Bolsonaro realizou na noite de hoje, 6, teste de covid-19 em hospital de Brasília. O resultado sairá nesta terça-feira, 7. O presidente apresenta, nesse momento, bom estado de saúde e está em sua residência”, disse a pasta no comunicado.

Estados Unidos

Bolsonaro já se referiu a doença como “gripezinha” e “resfriadinho” e que era resistente por ter “histórico de atleta”. Após voltar de uma viagem oficial aos Estados Unidos, ainda em março, ele já havia feito três testes para detectar o coronavírus.  Após uma ação movida pelo jornal “Estado de S.Paulo”, os exames foram entregues ao Supremo Tribunal Federal (STF) porque o presidente dizia que os resultados eram negativos, mas se recusava a divulgar os documentos.

No entanto, pelo menos 25 membros da comitiva brasileira foram diagnosticados com o vírus. O primeiro a ser detectado foi o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, também foi um dos infectados.

Bolsonaro tem ignorado a várias recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) desde o início da pandemia. Ele tem participado de manifestações com aglomeração de pessoas, tendo contato físico com apoiadores e também, em diversos momentos, não utilizado máscara de proteção. As medidas são listadas por especialistas como essenciais para evitar a propagação da doença.

2 COMENTÁRIOS

guest
2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Galo Doído
Galo Doído
1 mês atrás

Quem sabe agora ele mude de idéia que não e o super homem. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e uma topeira esse presidente vergonha nacional.

Chupa
Chupa
1 mês atrás

Eu acho é pouco

Últimas notícias

Mais 25 possíveis casos de Covid-19 são descartados em João Pinheiro

A Secretaria de Saúde de João Pinheiro acaba de divulgar o boletim epidemiológico do Covid-19 atualizado. O número de...

Detran-MG anuncia que proprietários de veículos já podem imprimir CRLV 2020 em casa

A partir de agora, os proprietários de veículos registrados em Minas Gerais poderão  imprimir Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) em casa...

Denúncia anônima leva a prisão de dois suspeitos de tráfico em Luizlândia do Oeste (JK)

A Polícia Militar de João Pinheiro prendeu dois jovens suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas na tarde de ontem, em Luizlândia do...

Empresa é condenada por juízo de João Pinheiro a pagar mais de R$ 400 mil de indenização por danos morais

A JR Transportes e Comércio Ltda. e o motorista que conduzia um caminhão da empresa terão que reparar mãe e filha em mais de...

Vereador é denunciado mais uma vez pela ex-esposa pinheirense; desta vez, por furto e ameaça

A ex-companheira do vereador Gilsomar do Projeto registrou na tarde da última segunda-feira mais uma ocorrência contra ele, dessa vez por ameaça. A vítima...

Artigos relacionados