23.3 C
João Pinheiro
23.3 C
João Pinheiro

Governo estuda isentar conta de luz de consumidores de baixa renda

Custo para os cofres públicos seria de R$ 350 milhões por mês

Mais acessadas

Caminhão fica completamente destruído em grave acidente entre JK e Canoeiros; carga foi saqueada

Um caminhão carregado de frango, salsicha e congelados em geral ficou completamente destruído em uma saída de pista no...

Por dívida de cinquenta reais, motorista é ameaçado de morte em João Pinheiro

Um motorista de 55 anos de idade foi vítima de ameaça na tarde de ontem, sexta-feira (18), em João...

Para policiais, pai que matou filho de 3 anos a facadas disse que teve um surto

O inquérito policial que apura as circunstâncias da morte de uma criança de 3 anos, assassinada a facadas pelo...

O governo estuda formas de isentar a conta de luz dos consumidores de baixa renda cadastrados no programa Tarifa Social por 90 dias. A medida tem “grandes chances de prosperar”, de acordo com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone. Segundo ele, seria uma medida para conter os impactos econômicos do avanço da pandemia do novo coronavírus.

“Existe uma tratativa no governo tramitando neste momento, capitaneada pela Casa Civil, com participação do Ministério de Minas e Energia, e a discussão é que haja um subsídio por um período não inferior a 90 dias”, disse ele, em reunião pública da diretoria da Aneel.

O custo mensal de isentar a conta de luz desses consumidores, segundo Pepitone, seria de R$ 350 milhões por mês. Segundo ele, porém, essa decisão não cabe à Aneel, mas ao governo federal. “Estamos avaliando de onde virão os recursos. É uma medida estudada e com grande chances de prosperar.”

O programa Tarifa Social funciona de forma escalonada, como o recolhimento de Imposto de Renda. Exemplo: uma família de baixa renda com consumo mensal de 250 kWh paga os primeiros 30 kWh com 65% de desconto; a faixa entre 31 kWh e 100 kWh com 40% de desconto; a parcela entre 101 kWh e 220 kWh com 10% de desconto; e a parte acima de 220 kWh sem desconto algum.

A proposta em estudo, mencionada pelo diretor-geral, com custo de R$ 350 milhões mensais, isentaria os beneficiários até o limite de 220 kWh.

Para ter direito ao benefício, as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único do Ministério da Cidadania e comprovar que a renda per capita não excede 0,5 salário mínimo. Por ano, cada família recebe, em média, R$ 200 de subsídio.

Desde a semana passada, diversos parlamentares começaram a se movimentar para apresentar propostas que aumentem a cobertura do Tarifa Social. Presidente da Comissão de Infraestrutura, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) propôs que os gastos fossem bancados com recursos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), que representam 0,5% da receita operacional líquida das distribuidoras.

Na semana passada, a Aneel suspendeu, por 90 dias, os cortes de fornecimento de energia por falta de pagamento. Como foi aprovada numa reunião extraordinária, a decisão foi ratificada em reunião ordinária da diretoria nesta terça, 31.

Pepitone disse ainda estar em conversas com o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para avaliar a possibilidade de reduzir as alíquotas de ICMS sobre as tarifas de energia de forma temporária, durante a pandemia da Covid-19.

FonteO Tempo
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Últimas notícias

Mais 11 pessoas testam positivo para o coronavírus nas últimas 24 horas em João Pinheiro

A Secretaria de Saúde de João Pinheiro acaba de divulgar o boletim epidemiológico da Covid-19 atualizado. Mais onze pessoas...

Por dívida de cinquenta reais, motorista é ameaçado de morte em João Pinheiro

Um motorista de 55 anos de idade foi vítima de ameaça na tarde de ontem, sexta-feira (18), em João Pinheiro. Ele estava no pátio...

Final de semana de muito calor em João Pinheiro; veja a previsão completa

Pode não parecer, mas ainda estamos no inverno. E se a manhã deste sábado já está quente, prepare-se porque a temperatura vai subir ainda...

Caminhão fica completamente destruído em grave acidente entre JK e Canoeiros; carga foi saqueada

Um caminhão carregado de frango, salsicha e congelados em geral ficou completamente destruído em uma saída de pista no KM 249 da BR-040 entre...

Para policiais, pai que matou filho de 3 anos a facadas disse que teve um surto

O inquérito policial que apura as circunstâncias da morte de uma criança de 3 anos, assassinada a facadas pelo próprio pai P.H.P.B, de 24...

Artigos relacionados