24.3 C
João Pinheiro
domingo, abril 5, 2020
Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios

Justiça dá 72 horas para que PRF volte a usar radares móveis em BRs

Bolsonaro havia determinado que fiscalização fosse feita somente por dispositivos fixos

Mais comentadas

Torcida cruzeirense de João Pinheiro responde a provocação dos atleticanos com um outdoor no centro da cidade

O ano de 2019 ficou marcado pelo rebaixamento do Cruzeiro Esporte Clube, time mineiro que nunca havia caído para...

Capoeirista é morto a tiros enquanto dava aula em academia no bairro Papagaio em João Pinheiro

A manhã desta quarta-feira pegou muito pinheirenses de surpresa ao ficarem sabendo de um homicídio no bairro Papagaio na...

Polícia prende suspeito de assassinar capoeirista Paulo Munha

A Polícia Civil de João Pinheiro prendeu na manhã desta quinta-feira (10), Diogo Gomes, de 34 anos, suspeito de...

A 1.ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal concedeu parcialmente nesta quarta, 11, tutela provisória para barrar decisão administrativa que havia suspendido a fiscalização de velocidade nas rodovias federais por meio de radares móveis. A suspensão foi determinada pelo presidente Jair Bolsonaro, em agosto, no mesmo dia em que determinou que o Ministério da Justiça e Segurança Pública faça a revisão de atos normativos internos que dispõem sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Assim, determinou à PRF que adote, no prazo de 72 horas, todas as providências para restabelecer integralmente a fiscalização eletrônica por meio dos radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais.

O juiz federal substituto Marcelo Gentil Monteiro suspendeu os efeitos da decisão e determinou à União que se abstenha de praticar atos ‘tendentes a suspender, parcial ou integralmente, o uso de radares estáticos, móveis e portáteis’.

Gentil sustentou que a medida presidencial não respeitou as normas do Sistema Nacional de Trânsito. “A não utilização dos equipamentos, a cada dia, é capaz de acarretar o aumento do número de acidentes e de mortes, conforme já mencionado linhas acima, tendo em vista o caráter técnico que precedeu a normatização, pelo Conselho Nacional de Trânsito, do uso de tais equipamentos nas atividades de fiscalização e segurança viárias.”

O magistrado estabeleceu multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

Para Gentil, o presidente não pode emitir decreto para suprimir competência de órgão colegiado, como o Conselho Nacional de Trânsito, prevista em lei. “Não se tem dúvida de que os direitos à segurança, incolumidade física e vida são fundamentais e que, conforme já registrado, a política de segurança viária e sua efetiva fiscalização são constitucionalmente previstas.”

O magistrado afirma que houve omissão estatal ao retirar os radares. “Com efeito, o objetivo de ‘evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade’ pode ser alcançado pela efetiva fiscalização da forma de uso dos equipamentos pelos agentes estatais, impondo-se, inclusive, responsabilização dos responsáveis pelo desvirtuamento noticiado.”

Segue. “A abstenção estatal ordenada pelos atos questionados, assim, caracteriza proteção deficiente dos direitos à vida, saúde e segurança no trânsito, indicando a necessidade de seu controle pelo Judiciário.”

FonteO Tempo
Anúncios

1 COMENTÁRIO

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidoras
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
1 Autores de comentários
Zé povim Autores de comentários
mais novos mais antigo mais votado
Zé povim
Visitante
Zé povim

Foda-se eu só tenho uma bicicleta

Anúncios

Últimas notícias

PF cumpre mandado de busca e apreensão em caso de grupo preso com aviões em João Pinheiro

Um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal de Paracatu, no Noroeste do estado, foi cumprido pela...

Benefício de R$ 600 começa a ser pago na semana que vem, afirma Ministro da Cidadania

O auxílio emergencial de R$ 600 para informais vai começar a ser pago na próxima quinta-feira (9), afirmou nesta sexta (3) o ministro da...

Farmavida Papagaio esclarece FakeNews divulgada em redes sociais de João Pinheiro

A Farmavida do bairro Papagaio, que entrará de plantão neste próximo sábado (04), foi vítima de uma Fake News na tarde desta sexta-feira (03)....

Mais dois casos suspeitos que aguardavam o resultado dos exames dão negativo em João Pinheiro

O boletim epidemiológico emitido pela Secretaria de Saúde de João Pinheiro de hoje (03) mostra que mais dois dos casos que aguardavam o resultado...

Desconfiado de sumiço de gado, proprietário reúne animais e descobre furto em João Pinheiro

A esposa do proprietário foi quem compareceu ao quartel da Polícia Militar para registrar a ocorrência na última quarta-feira. Segundo ela, seu esposo, desconfiado de...
Anúncios

Artigos relacionados

Anúncios