16.3 C
João Pinheiro
16.3 C
João Pinheiro

Vídeo mostra dono jogando cão sobre portão duas vezes na Zona Leste de São Paulo

Imagem mostra animal sendo arremessado de uma altura de cerca de 4 metros

Mais acessadas

Camionete capota e é atingida em cheio por caminhão de leite na MG-181, em João Pinheiro

Mais um acidente foi registrado na MG-181, estrada que liga João Pinheiro à Brasilândia de Minas, desta vez no...

Advogado com Covid-19 que fugiu de hospital em Patos de Minas morre por insuficiência respiratória

O advogado João Donizetti de Lacerda, 63 anos, acabou falecendo na madrugada desta quinta-feira (09). Ele estava internado com Covid-19...

Enfermeira vai até o quartel e registra ocorrência por bate boca no PSF de Rural Minas

Uma enfermeira foi até o quartel da Polícia Militar de João Pinheiro para registrar uma ocorrência na manhã da...

Um vídeo de câmera de monitoramento mostra um ajudante de marcenaria de 28 anos jogando um cachorro duas vezes sobre o portão da casa em que mora, por volta das 16h30 de domingo (16), no Parque São Lucas (zona leste da capital paulista).

O acusado argumentou que arremessou o vira-latas Bob, 4 anos, sobre o portão da casa, pois o animal teria mordido o pé da mulher do ajudante.

Segundo as imagens, Bob é jogado a primeira vez de dentro da garagem da casa para a rua Domingos Pires Brito. O cachorro gira no ar e cai, de uma altura de cerca de quatro metros, no meio da via. Ele fica nitidamente atordoado e, instantes depois, retorna à garagem da residência entrando pela lateral do portão.

Em seguida, o ajudante segura o cachorro e o arremessa. O cão gira novamente no ar e cai na via.

As imagens repercutiram na internet e, por isso, o ajudante foi procurado por ativistas de uma ONG de proteção animal, na tarde desta segunda-feira (17). Ele não estava em casa, mas foi encontrado no trabalho, segundo a polícia.

O suspeito aceitou ir ao 42º DP (Parque São Lucas), onde admitiu ter jogado o cachorro sobre o portão. Ele alegou que Bob “mudou de comportamento” no último ano. O cão, que foi adotado pela família, teria começado a morder as pessoas da casa desde então.

Ainda em depoimento, o ajudante afirmou que “ficou nervoso” porque Bob mordeu o pé da mulher dele, ferindo-a. Ele argumentou que arremessou o cão sobre o portão, “para que ele fosse embora”. O ajudante assinou um Termo Circunstanciado de “ato de abuso a animais.”

Bob foi encaminhado para uma ONG de proteção animal. Ele não teve ferimentos e passa bem.

FonteO Tempo
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Últimas notícias

Mais nove pessoas se recuperam da Covid-19 em João Pinheiro

A Secretaria de Saúde de João Pinheiro acaba de publicar o boletim epidemiológico de hoje. Mais nove pessoas conseguiram...

Copasa de João Pinheiro culpa o frio pela falta de abastecimento em diversos bairros da cidade

Há poucos meses atrás, os pinheirenses sofreram com a falta de abastecimento de água em toda a cidade. Na época, as fortes chuvas eram...

Advogado com Covid-19 que fugiu de hospital em Patos de Minas morre por insuficiência respiratória

O advogado João Donizetti de Lacerda, 63 anos, acabou falecendo na madrugada desta quinta-feira (09). Ele estava internado com Covid-19 e chegou a fugir do...

Enfermeira vai até o quartel e registra ocorrência por bate boca no PSF de Rural Minas

Uma enfermeira foi até o quartel da Polícia Militar de João Pinheiro para registrar uma ocorrência na manhã da última segunda-feira (6). Segundo ela,...

Criminosos invadem residência durante a madrugada e agridem morador em Brasilândia de Minas

Um homem que estava dentro da sua casa dormindo na madrugada deste domingo (05), no bairro Porto em Brasilândia de Minas, foi acordado a...

Artigos relacionados